Boca escura em Maringá

Disparos matam adolescente e deixam rapaz em estado grave

Duas vítimas de armas de fogo foram registradas em Maringá: um rapaz de 23 anos e um adolescente de 17, que não resistiu aos disparos e morreu. Os crimes aconteceram na Vila Morangueira e no Conjunto Habitacional Requião em momentos distintos.

A primeira ação criminosa foi fatal, por volta da meia-noite deste sábado (23), na rua Arlindo Urgnani, Conjunto Habitacional Requião, onde um adolescente de 17 anos foi morto a tiros. Socorristas do Posto de Bombeiros da Vila Operária foram acionados para o atendimento, mas nada puderam fazer. O corpo seria encaminhado para o IML. A polícia esteve no local e deve investigar a causa e autor da morte.

A outra vítima foi atingida por tiros no final da madrugada deste Domingo de Páscoa (24), por volta de 5h20 . Anderson da Silva, 23, foi baleado na rua Ivaí, Vila Morangeira. Com ferimentos considerados graves, Silva foi levado por socorristas do Posto Jardim Alvorada para o Hospital Universitário (HU). Ele corre risco de morte, segundo relatório do Corpo de Bombeiros.

Plantonista do Corpo de Bombeiros de Maringá não soube prestar mais informações sobre as ocorrências.


Comentários