Gabinete de Rossoni tinha funcionária fantasma

Um documento obtido com exclusividade pela Gazeta do Povo revela que uma funcionária fantasma foi contratada por quase três anos, entre 2003 e 2005, no gabinete do deputado Valdir Rossoni (PSDB) – que hoje preside a Assembleia Legislativa do Paraná (Alep). O parlamentar nega a acusação. Nesse período, a Casa depositou R$ 331,5 mil como salário numa conta do banco Itaú, cujo titular ainda não foi identificado.


A funcionária fantasma é Hellena Luiza Valle Daru. Foi ela quem admitiu à Receita Federal que jamais esteve na Assembleia e que nunca recebeu “um centavo” da Casa. Hellena é mãe de Altair Carlos Daru, o homem de confiança de Rossoni. Daru é funcionário do deputado há cerca de dez anos e foi alçado a diretor administrativo da Assembleia quando Rossoni assumiu a presidência do Poder Le­­gislativo, em fevereiro deste ano. Após a divulgação de mais um escândalo na Alep, Altair Daru foi demitido ontem por Rossoni.

Comentários