sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Ministério Público pede prisão preventiva de Boca Aberta


O Ministério Público pediu na manhã desta sexta-feira (26) a prisão preventiva do ex-vereador cassado, Emerson Petriv (PR), o 'Boca Aberta', por conta de um descumprimento judicial de ficar a pelo menos 500 metros distante do vereador Mário Takahashi (PV). 

Durante a deflagração da 'Operação ZR3', do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), na quarta-feira (24), Boca Aberta esteve próximo do vereador afastado na Câmara Municipal de Londrina e também no Centro de Reintegração Social de Londrina (Creslon) quando Mário Takahashi foi colocar a tornozeleira eletrônica. 

Desta forma, a promotora Solange Novaes da Silva Vicentin pediu a prisão de Boca Aberta. "Diante do exposto, o Ministério Público manifesta-se favoravelmente ao requerimento apresentado por Mario Hitoshi Neto Takahashi, a fim de que seja decretada a prisão preventiva de Emerson Miguel Petriv", diz a ordem judicial. O pedido foi enviado ao juiz de direito.

Nenhum comentário:

DESTAQUE

Ordem de serviço autoriza construção de uma nova Unidade Escolar Estadual em Sarandi

Na tarde da última quinta-feira (04), o Prefeito Walter Volpato (PSDB) recebeu em seu gabinete, o Diretor Presidente do FUNDEPAR – Inst...