quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Mulher manda parente matar amante para noivo não descobrir a traição


O delegado de Palotina Pedro Lucena, falou na manhã de quinta-feira (21), sobre o caso em que uma mulher mandou matar o amante. O caso iniciou ainda na segunda-feira (18) à noite, onde um rapaz sofreu uma tentativa de homicídio. De início a vítima achou que se tratava de uma tentativa de roubo, porém ao ligar os fatos junto a polícia, chegou à conclusão que seria uma tentativa de homicídio, onde a mulher com que teria um relacionamento estaria planejando sua morte. 

A mandante do crime é uma mulher, a qual há 7 anos tem um relacionamento sério com outra pessoa, porém há mais de 3 anos vinha se envolvendo com a vítima. A vítima também era noivo e sua noiva acabou descobrindo que ele mantinha um caso com a mandante e acabou rompendo o relacionamento. A vítima a partir daí começou a chantagear a mandante, se caso não continuasse a sair com ele, contaria para o seu noivo. 

 De início a mandante continuou mantendo o relacionamento com a vítima, porém com o casamento marcado com o noivo e com medo de colocar tudo a perder resolveu ligar para um parente, o qual está preso no Paraguai pela prática de roubo, e pediu ajuda para resolver a situação. Ele falou para ela marcar um encontro com o rapaz que ele mandaria uns amigos para resolver a situação, encadeando na tentativa de homicídio.

Nenhum comentário:

DESTAQUE

Ordem de serviço autoriza construção de uma nova Unidade Escolar Estadual em Sarandi

Na tarde da última quinta-feira (04), o Prefeito Walter Volpato (PSDB) recebeu em seu gabinete, o Diretor Presidente do FUNDEPAR – Inst...